Moradores de Joinville são contra mudanças em cruzamento

PUBLICADO: 25/04/2018 - 2:12 | ATUALIZADO: 25/04/2018 - 20:33

DA REDAÇÃO - PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

Alterações de tráfego na região do cruzamento entre as vias Marquês de Olinda e Ottokar Doerffel foram debatidas em reunião extraordinária da Comissão de Urbanismo nesta segunda-feira (23). A proposta elaborada pela Secretaria de Planejamento Urbano (Sepud) inclui mudanças na direção de mãos de ruas e a integração da rua Marajó, hoje via secundária, no sistema de deslocamento da área.

Na reunião, os vereadores mediaram o debate entre moradores da região, vindos em grupo de dez, a maioria aposentados, e os representantes da Prefeitura, vindos da Sepud, da Secretaria de Proteção Civil (Seprot), do Departamento Municipal de Trânsito (Detrans) e da Companhia Águas de Joinville (CAJ).

A pretensão da Sepud é desafogar engarrafamentos da região. Técnicos da Secretaria afirmam que a mudança pode reduzir em quase meia hora trajetos do Centro para a BR-101 em horário de pico com a alteração.

Os moradores da Marajó, por sua vez, questionaram a alteração porque na visão deles a rua é incapaz de comportar o tráfego que ela pode receber com a mudança. A principal preocupação deles é com o tráfego dos ônibus vindos da rodoviária que deverão subir a Marajó e descer a Marquês antes de voltarem à BR-101.

COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE