Polícia Civil prende 62 pessoas em SC, inclusive em Joinville

PUBLICADO EM: 25/04/2018 - 23:41 | ATUALIZADO EM: 25/04/2018 - 23:41

DA REDAÇÃO | PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

A Polícia Civil prendeu 62 pessoas, sendo 54 por meio de cumprimento de mandado de prisão e outras 8 por auto de prisão em flagrante, nesta quarta-feira, 25, em uma operação estadual envolvendo 25 Divisões de Investigação Criminal em todas as regiões do Estado. Também foi realizada busca e apreensão em 53 residências e localizadas porções de droga (cocaína, crack e maconha). Uma pessoa foi presa por crime de trânsito. Esta operação deu prioridade ao cumprimento de mandados de prisão porque a maioria é resultado da coleta de indícios e informações e investigações feitas em ações policiais recentes.

A operação começou por volta das 6h e durou todo o dia. Participaram 294 policiais Civis e foram usadas 104 viaturas.

São José

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José, realizou uma operação no município e região para o cumprimento de cinco mandados de prisão e 10 mandados de busca e apreensão. Foram presas cinco pessoas – uma em cumprimento ao mandado e outras quatro em flagrante por porte de drogas.

Chapecó

A Polícia Civil de Chapecó por meio de unidades policiais da 12ª Delegacia Regional (DIC, DPCAMI e NINT) prendeu sete pessoas. A maioria dos mandados de prisão era contra pessoas processadas por crimes de roubo e receptação. A ação desta quarta-feira deu continuidade à Operação Alcatraz, realizada no dia 12 de abril, resultando no cumprimento de 15 mandados de prisão referentes aos crimes de tráfico de drogas, homicídio, roubo, furto e receptação.

Joinville

Policiais civis da Delegacia de Homicídios (DH) de Joinville realizaram a prisão de dois investigados pelo assassinato de André Ribeiro dos Santos, ocorrido em 16 de janeiro de 2018, cujo corpo foi abandonado em área de mata na Estrada do Saí, no distrito de Pirabeiraba. As prisões aconteceram em consequência de investigação realizada pela DH que reuniu provas de autoria e elementos fundamentais para a prisão dos indiciados. Ambos já haviam sido denunciados pelo Ministério Público após o término da investigação. Importante destacar que a DH contou com informações da comunidade para a completa solução do caso.

Participaram da operação divisões de Investigação Criminal de Lages, Rio do Sul, São José, Mafra, Caçador, Ituporanga, Canoinhas, Porto União, Curitibanos, Videira, Campos Novos, São Miguel do Oeste, São Lourenço do Oeste, Chapecó, Xanxerê, Concórdia, Balneário Camboriú, Joinville Jaraguá do Sul, Tubarão, Araranguá, Blumenau, Criciúma e Laguna.

COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE