SÉRGIO SILVA: Luciano será ativista nas eleições e lança campanha

PUBLICADO EM: 17/04/2018 - 19:13 | ATUALIZADO EM: 17/04/2018 - 19:13

POR SÉRGIO SILVA | PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

Na semana do 226º aniversário de morte de Tiradentes, Luciano Hang lançou um vídeo em sua página no Facebook conclamando o patriotismo brasileiro para as Eleições 2018. Sem partido, o empresário está definitivamente fora da disputa nas urnas, mas não à margem do processo eleitoral. A isenção partidária, segundo ele, é oportuna ao seu objetivo: usar o poder influência que tem, especialmente nas redes sociais, para promover a consciência do voto e, assim, tentar melhorar o Brasil.

O vídeo foi gravado em frente ao Centro Administrativo, em Brusque/SC. Diante dos colaboradores e com o Hino Nacional ao fundo, o empresário compara a realidade tributária do Brasil de Tiradentes com a de hoje. “Tiradentes foi morto porque não concordava em pagar o ´Quinto´, imposto de 20%, para a Coroa Portuguesa. Hoje, a carga tributária é de quase 50%. E nós, o que estamos fazendo a respeito? Trabalhamos cinco meses por ano para pagar impostos e não temos saúde, educação, segurança e estradas. Em 2018, temos a oportunidade de promover a mudança que precisamos, para que o Brasil deixe de ser o País do futuro e seja o País do presente”, afirma.

Na página pessoal no Facebook, que conta mais de 830 mil seguidores, o empresário tem disseminado duras críticas ao que emperra o desenvolvimento do Brasil, a exemplo da corrupção, da burocracia e da carga tributária. Tem, também, histórias inspiradoras e exemplos positivos de gestão administrativa e financeira, para mostrar ao público que a recuperação do País passa pela ética, a competência, a qualificação e o compromisso dos candidatos com o seu eleitorado.

Nesta campanha estão previstas outras iniciativas, como palestras e bate-papos nas comunidades. Internamente, os 12 mil colaboradores da Havan adotarão como uniforme uma camiseta verde com a inscrição: “O Brasil que queremos só depende de nós”. Tudo isso para despertar o civismo e o patriotismo nas pessoas, incentivando uma participação mais crítica e consciente dos brasileiros nas Eleições 2018.

“Queremos um Brasil melhor, mais desenvolvido, com melhores oportunidades para todos. Isso passa obrigatoriamente pelo resultado das urnas. É hora de renovar, de eleger pessoas novas e com perfil de gestão, da Presidência da República ao deputado estadual. Precisamos ter consciência e saber escolher quem nos representa. Mas também, queremos mostrar a nossa responsabilidade em saber acompanhar, fiscalizar e cobrar os eleitos, durante os próximos quatro anos, para que trabalhem pelo povo brasileiro, com respeito, dignidade e competência”, diz o empresário.

COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE