600 milhões são gastos por ano para manter 36 ADRs em Santa Catarina

PUBLICADO: 03/08/2017 - 1:41 | ATUALIZADO: 03/08/2017 - 1:41

DE VICTOR HUGO - PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

A extinção das agências de desenvolvimento regional (ADRs) voltou a ser discutida no plenário da Assembleia Legislativa. “Um senhor me abordou e perguntou: Rodrigo, pode me explicar para que servem as secretarias regionais? Afinal qual é o papel que exercem no nosso estado, algum dos senhores deputados pode me responder?”, questionou Rodrigo Minotto (PDT) durante a sessão da tarde desta quarta-feira (02).


Minotto lembrou que as 36 ADRs empregam centenas de pessoas e que consumiram, em 2016, mais 600 milhões de reais com custeio. “Este dinheiro que sustenta estas superestruturas não poderia ser usado de forma mais útil nas escolas, nos postos de saúde, nas estradas? Falta dinheiro, mas não para manter as ADRs”, ironizou Minotto.


COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE