COTIDIANO: Banco de leite da Darcy Vargas conta com reforço

PUBLICADO: 13/04/2018 - 19:23 | ATUALIZADO: 07/08/2018 - 22:33

DE VICTOR HUGO - PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

Criado em 1980, o Banco de Leite da Maternidade Darcy Vargas é certificado pelo Ministério da Saúde. Somente em março deste ano, foram coletados 64 litros de leite de 50 doadoras. Em 2017, o banco beneficiou 670 bebês prematuros ou que se encontram na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O trabalho realizado na unidade receberá um reforço nesta quinta-feira, 12, às 10h, com a doação de um veículo coletor de leite materno.

Com investimento de R$ 59 mil, o modelo Partner Furg da Peugeot é equipado com sete caixas térmicas, 1.000 frascos de vidro especial para a coleta do leite, 100 copinhos de vidro para o consumo dos bebês, duas membranas de silicone, duas válvulas de silicone e quatro termômetros externos. Além disso, serão doadas duas correias lisas e duas dentadas para o concerto das máquinas de sucção do leite materno. A doação é resultado de uma parceria entre o Rotary Club de Joinville – Cidade das Flores e o Juizado Especial Criminal e Delitos de Trânsito de Joinville.

O Banco de Leite também é responsável por orientar as mães sobre amamentação. Há casos de mulheres com dúvidas de posição para amamentar, peito empedrado, mastite e rachaduras. Caso identificado algum problema, é feito o encaminhamento ao especialista. O setor funciona das 7h às 19h, todos os dias da semana e há uma equipe de profissionais que vão até a casa das doadoras recolher o material. No segundo semestre de 2017, foram realizadas 703 visitas domiciliares a 285 doadoras, o que resultou em 401 litros de leite.

A rede de bancos de leite brasileira é a maior do mundo, mas captar mais doadoras é um dos grandes desafios. Para as mulheres que desejam doar, é orientado a entrar em contato com a maternidade. O leite materno é o alimento ideal para os bebês por conter todos os nutrientes que eles necessitam. A amamentação está relacionada, por exemplo, a redução da desnutrição e da mortalidade infantil.

COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE