Exposição Almofada de Penas é destaque na Casa da Cultura de Joinville

PUBLICADO: 08/11/2018 - 18:31 | ATUALIZADO: 08/11/2018 - 18:31

DE VICTOR HUGO - PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

A partir deste sábado (10), o público poderá vivenciar a experiência de imergir no fantástico universo das animações, visitando a exposição “Almofada de Penas: Arte em Stop Motion”, que estreia na Galeria de Arte Victor Kursancew, anexa à Casa da Cultura de Joinville (rua Dona Francisca, 800 – Saguaçu).

A mostra reúne cenários, peças e elementos que compõem o homônimo curta-metragem de animação produzido com a técnica stop motion que aplica recursos de câmara fotográfica ou de computador, utilizando modelos reais de diversos materiais.

Dirigido por Joseph Specker, “Almofada de Penas” é uma adaptação do conto homônimo do escritor Horacio Quiroga (1878-1937), considerado um dos principais contistas latino-americanos de todos os tempos.

A trama traz Alicia, protagonista que contrai uma doença inexplicável, enquanto seu marido Jordão presencia tudo de modo indiferente. Algo oculto a está enlouquecendo e a enfermidade faz a jovem mulher mesclar a realidade com alucinações monstruosas.


Na exposição da Casa da Cultura o público vai conhecer ambientes como o quarto da protagonista, a biblioteca e escritório de Jordão, o corredor onde acontecem cenas sombrias, a caverna onde o mundo onírico de Alícia se materializa, os bonecos e as diversas expressões faciais tridimensionais que dão vida e sentimentos às personagens.

Também compõem a mostra sistemas utilizados durante o processo de animação, materiais de pesquisa, storyboard, cartazes, trailer e imagens de bastidores.

A abertura da exposição “Almofada de Penas: Arte em Stop Motion” acontece às 10 horas, seguida da exibição do curta-metragem – que tem doze minutos de duração – no auditório da Casa da Cultura. A equipe da produção também estará presente para um bate-papo com o público.

A visitação à mostra é gratuita e aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas. A exposição segue até o dia 16 de janeiro de 2019 (estará fechada durante o período de recesso da Casa da Cultura, de 22 de dezembro a 1o de janeiro).


COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE