Procon da dicas para você não cair numa “Black Fraude”

PUBLICADO: 22/11/2018 - 20:31 | ATUALIZADO: 22/11/2018 - 20:31

DA REDAÇÃO - PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

Com a realização da promoção Black Friday, nesta sexta-feira (23/11) no comércio varejista em lojas de rua, shoppings e via internet em todo Brasil, o Procon de Joinville divulgou nota com várias dicas aos consumidores.

A primeira e principal orientação é não comprar por impulso. O consumidor deve analisar muito qualquer compra e não deve, de forma alguma, extrapolar seu orçamento. Comprando por impulso ele estará se endividando ao adquirir produtos que não são de sua primeira necessidade. Isto pode sair muito caro no futuro.

Outro problema são os descontos “maquiados”, ou seja, as lojas sobem o preço alguns antes do Black Friday e baixam no dia do evento, alegando “megadescontos”.

Como o maior volume de compras é feito pela internet, outra preocupação é com os sites fraudulentos. Segundo o Procon, nesse período muitas pessoas não acostumadas com compras on-line acabam ingressando nessa forma de consumo, o que faz com que o número de golpes aumente consideravelmente.

A dica é ficar atento e realizar as compras naqueles sites considerados seguros e confiáveis, de preferência que tenham cadeado no endereço eletrônico da loja. Isso deve ajudar a evitar sites maliciosos que estão tentando obter informações pessoais.

Outro detalhe importante são as informações básicas contidas no site – CNPJ, endereço físico, telefone e todas as demais informações que possibilitem a localização deste fornecedor.


Como regra geral, o consumidor deve ficar bastante atento e buscar informações acerca da reputação do vendedor em sites como o consumidor.gov  ou o reclame aqui.

Dicas sobre documentação

– Guarde todos os dados da compra, como o nome do site, produtos pedidos, valor pago, forma de pagamento, data de entrega do produto e número de protocolo da compra ou do pedido, se houver.

– Utilize como meio de pagamento o cartão de crédito, pois caso haja algum problema é mais fácil fazer o estorno.

– Caso o site aceite somente pagamento via boleto redobre a atenção, pois pode se tratar de uma fraude.

– O consumidor deve saber que o fato de comprar em uma suposta liquidação não elimina seus direitos.

Em caso de denúncioas, entre em contato no Procon de Joinville: ramal 151, [email protected]


COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE