Projeto obriga que lucro da Águas de Joinville fique na companhia

PUBLICADO: 28/11/2018 - 22:27 | ATUALIZADO: 28/11/2018 - 22:52

DA REDAÇÃO - PARA: DIÁRIO DO COTIDIANO | FALE CONOSCO

A Prefeitura de Joinville já recebeu da Companhia Águas de Joinville em dez anos cerca de R$ 160 milhões de reais referente ao lucro das taxas de água e esgoto, é o que aponta o vereador Rodrigo Coelho (PSB).

De acordo com Coelho esse montante, deixou de ser investido em obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário ou em outras melhorias no tratamento de água. Por ser sócia majoritária, o lucro é direcionado à Prefeitura, que aplica o dinheiro em outras áreas. O que faz a Águas de Joinville procurar outras formas de obtenção de lucros, como o aumento na taxa de água e esgoto, esse último tema de discussão atual.

O vereador e recém eleito deputado federal eleito diz o seguinte: “Como falei há um tempo por aqui (Facebook), os joinvilenses receberam da Prefeitura um “Presente de Natal antecipado”, já que a intenção é aumentar de 80% para 100% do consumo de água a tarifa de esgoto, alegando que é preciso dar continuidade aos investimentos referentes ao tratamento de esgotamento sanitário.” finaliza Rodrigo Coelho.


O Projeto: Como solução mais coerente de acordo com o vereador o correto é o lucro da Águas de Joinville ficar na companhia. O vereador protocolou hoje (28) o Projeto de Lei 253/2018, que pretende estipular que os lucros da CAJ sejam destinados exclusivamente à investimentos neste setor.

Caso o projeto for aprovado e regra do projeto for aplicada, ela visa garantir a universalização do tratamento de esgoto na cidade, sem que venha ser alterada a taxa atual de 80% para 100% como pretende o CAJ e Prefeitura de Joinville.

Já o Prefeito Udo Döhler diz que não vai abrir mão dos lucros da Águas de Joinville, ele disse isso em entrevista ao Jornal ANotícia da última terça-feira (27).


COMENTE SOBRE ESSA MATÉRIA

COMPARTILHE