Defesa Civil de Joinville faz alerta para deslizamentos

PUBLICADO: 18/02/2019 - 16:06 | ATUALIZADO: 29/03/2019 - 15:40

DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO | FALE CONOSCO

A Defesa Civil de Joinville alerta para a possibilidade de deslizamentos de terra. Com o encharcamento do solo causado pelos registros de até 223 milímetros de chuva nos últimos três dias na cidade, a possibilidade de chover durante a tarde e a noite desta segunda-feira (18) gerou um alerta para os moradores. As temperaturas mais altas neste início de semana podem causar chuvas repentinas.

Os 223 milímetros foram registrados no período de 72 horas entre a manhã de sexta-feira (16) e a manhã de segunda (18), na região central de Joinville. Os grandes volumes de chuva atingiram todos os bairros da cidade, chegando a 188 mm no Iririú, 153 mm no Vila Nova e 124 mm na região do Quiriri. Dez bairros de Joinville tiveram registro de alagamento e cinco foram inundados.

Os alagamentos são eventos menores, ocasionados geralmente por problemas com a drenagem ou excesso de chuva, dificultando a vazão da água. As inundações são causadas pelo aumento do nível da água de rios e valas e têm proporções maiores, podendo invadir casas e atingir extensões maiores.

Os bairros que sofreram alagamentos foram Costa e Silva, Santo Antônio, Jardim Paraiso, Centro, Bucarein, Anita Garibaldi, Itinga, João Costa, Vila Nova e Paranaguamirim. Os bairros atingidos por inundações foram Jardim Paraíso, Jardim Sofia, Vila Nova, Morro do Meio e Nova Brasília. Quatro bairros tiveram o registro de queda de muro (Anita Garibaldi, Itinga, João Costa e Comasa) e cinco registraram deslizamentos de terra (Itinga, Vila Nova, Nova Brasília, Boa Vista e Paranaguamirim).

Segundo o Coordenador da área de Prevenção da Defesa Civil de Joinville, Maiko Bindermann Richter, os trabalhos se concentram no atendimento das ocorrências registradas, priorizando os de risco ou de deslizamentos, pois são os que representam o maior perigo. “O grande problema são os deslizamentos. Quando perceber rachaduras, fendas no solo, árvores e muros inclinando, a população deve comunicar a Defesa Civil com urgência”, alerta Richter.

A Defesa Civil informa também que os níveis dos rios Cubatão e Águas Vermelhas, na região do Vila Nova, diminuiram nas últimas horas. Qualquer problema deve ser comunicado à Defesa Civil, através do telefone de emergência 199, Corpo de Bombeiros 193 ou Polícia Militar 190.